Compostagem em empresas já é uma realidade

Não é novidade que os aterros são o principal destino dos resíduos sólidos. Felizmente, com a evolução das legislações ambientais e com a ampliação tecnológica do setor, outras alternativas têm chamado a atenção das empresas. Uma delas é a compostagem de resíduos orgânicos. Esse é um processo biológico que acelera a decomposição do lixo orgânico, no qual a matéria orgânica é transformada em adubo.

A compostagem é uma maneira eficiente de reduzir o volume de lixo produzido pela sociedade, minimizando a geração de gás metano e chorume. Para grandes geradores de matéria orgânica, como é o caso de empresas, indústrias ou comércios, a Legal Ambiental oferece o serviço de compostagem com capacidade de processar 60 mil toneladas de resíduos orgânicos por ano. Esse composto é transformado em adubos e fertilizantes de alta qualidade.

Por que compostar?

Em tempos em que a “sustentabilidade” vem sendo amplamente abordada, assumir o papel consciente diante das demandas cotidianas é necessário. O reaproveitamento de resíduos tem impacto significativo e grande importância na solução dos problemas ambientais atuais. Na corrida por medidas eficientes de combate à poluição do solo, rios e ar, a compostagem ocupa lugar de destaque.

Além de contribuir com a PNRS (Política Nacional de Resíduos Sólidos), você constrói uma imagem ambientalmente legal perante o mundo corporativo e a sociedade como um todo. Com essa destinação segura e correta dos resíduos orgânicos, a sua empresa não só minimiza os impactos ambientais provocados pelo não reaproveitamento de resíduos, como também contribui para a geração de fertilizantes de qualidade para a agricultura.

Então, como compostar?

Após a tomada de devisão a favor da compostagem, chegou a hora de saber os próximos passos. Antes de mais nada, considere a contratação de um serviço especializado. Verifique se a empresa possui experiência no segmento e se atende todos as exigências requeridas por legislação.

Com a escolha do seu parceiro, será feita uma análise técnica do resíduo a ser tratado. Assim, será planejada a periodicidade, forma de separação e destinação dos seus resíduos orgânicos. Implementada a ação, a sua empresa deve seguir rigorosamente o processo de segregação, uma vez que lixo comum e embalagens não devem ser enviados à compostagem.

A partir daí, basta desfrutar dos benefícios de optar pela ressignificação dos seus resíduos. A compostagem eleva o mero ‘lixo orgânico’ à um produto de excelência, fechando o ciclo sustentável. E então? Sua empresa vai continuar escrava do modelo ultrapassado de tratamento de resíduos ou partirá para as novas possibilidades?

Faça uma escolha consciente! Fale com a Legal Ambiental para saber mais sobre esse serviço.

148

Você pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *