Descarte Incorreto de Resíduos

Somos inteiramente responsáveis pelo lixo que produzimos e, por isso, estimular o pensamento crítico com relação ao descarte incorreto de resíduos é urgente. Afinal, quantas vezes em nossa vida já paramos para discutir sobre o assunto? Os impactos causados pelo descarte impróprio são bem maiores do que imaginamos. Vamos entender o porquê?

Dos orgânicos aos descartáveis, dos entulhos ao lixo domiciliar, todo resíduo merece atenção. Praticar o descarte consciente é o caminho para termos o mínimo de impacto ambiental e social. De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, são mais de 80 milhões de resíduos sólidos por ano e iniciativas como a separação de lixo ainda são pouco expressivas.

E engana-se quem pensa que este é um trabalho apenas das prefeituras. O lixo e todas as questões que ele envolve – devem receber olhar atento da população, empresas e órgãos de poder. O descarte inadequado de resíduos acaba se tornando uma grave agressão ambiental, que coloca até mesmo a saúde pública em risco. Veja só!

 

Impactos do Descarte Incorreto

            De maneira geral, o descarte incorreto traz um impacto geral: poluição. Mas essa poluição se dá de variadas formas e em diferentes escalas. A poluição atmosférica, por exemplo, está relacionada à contaminação por gases e é uma das grandes responsáveis pelo aquecimento global.

Esses gases são oriundos especialmente da queima irregular de resíduos e da decomposição de resíduos em lixões. A poluição hídrica, por sua vez, acontece quando há alteração físico-química de um corpo de água. Efluentes industriais, agrícolas e o próprio esgoto doméstico são os principais causadores desse tipo de poluição.

O solo também não sai ileso de todo esse choque. Nas cidades, ele é comum com o acúmulo de lixo em áreas irregulares, enquanto nas zonas rurais ele acontece pelo uso de químicos agressivos. Por fim, a poluição visual também é expressiva e são responsáveis pela degradação das áreas urbanas.

Gerenciamento de Resíduos

            Diante de tantos impactos negativos, fica clara a necessidade de seguir uma política de descarte eficiente e menos danosa. Para isso, existe a Política Nacional de Resíduos Sólidos, que acaba sendo negligenciada em muitas situações, já que ainda encontramos muitos lixões à céu aberto pelas cidades brasileiras.

Os municípios, população e empresas precisam abrir os olhos para a importância de um gerenciamento de resíduos eficaz, que contribua para minimizar os efeitos da sociedade do consumo. Pode parecer complicado, burocrático e cansativo, mas é fundamental para garantir o bem-estar do planeta e de todos que aqui habitam.

Para além das complexidades dos resíduos domésticos, as empresas precisam se atentar a esse problema. A PNRS deve ser cumprida com afinco, evitando também prejuízos financeiros, preservando a imagem da instituição e principalmente colaborando para minimizar os impactos ambientais, sociais e econômicos que sua atividade pode causar.

Se você ainda tem dificuldades em lidar com esse assunto, fale com a gente! A Legal Ambiental pode ser sua parceira no gerenciamento adequado de resíduos, garantindo o manejo, encaminhamento, armazenamento e tratamento dos seu resíduos.

146

Você pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *